Publicado por: desmascaradospelaverdade | 1 de fevereiro de 2015

Aos 14 anos, itabaianense é aprovado no curso de medicina na UFS

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 25 de janeiro de 2015

EUROPA DEBOCHA DE DILMA E CHAMA NORDESTINOS E NORTISTAS DE CAVALOS

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 24 de janeiro de 2015

Olavo de Carvalho – O problema dos brasileiros


Site do TST
A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu o vínculo de emprego entre um pastor e a Igreja Universal do Reino de Deus por entender presentes requisitos caracterizadores, como horário definido para reuniões habituais, folga semanal, natureza não eventual do trabalho no gerenciamento da igreja e participação obrigatória em cultos e programas de rádio e TV, além de remuneração mensal, com subordinação a metas de arrecadação. Com isso o processo retornará ao Tribunal Regional de Trabalho da 9ª Região (PR) para que examine as verbas decorrentes dessa relação.


O pastor foi inicialmente contratado na função de obreiro em Curitiba (PR), com salário fixo e mensal. Dois anos depois passou a atuar como pastor, até a demissão sem justa causa, após 14 anos.

Ele disse na reclamação trabalhista que era obrigado a prestar contas diariamente, sob ameaças de rebaixamento e transferência, e tinha metas de arrecadação e produção. Também recebia prêmios, como automóvel ou casa, de acordo com a produtividade, e era punido se não cumprisse as metas. Sua principal função, segundo informou, era arrecadar, recebendo indicação para pregar capítulos e versículos bíblicos que objetivavam estimular ofertas e dízimos.

Cunho religioso


O pedido de reconhecimento de vínculo empregatício foi julgado improcedente pelo juízo de primeiro grau, com entendimento de que a atividade era de “cunho estritamente religioso”, motivada por vocação religiosa e visando principalmente a propagação da fé, sem a existência da subordinação e a pessoalidade típicas da relação de emprego.

O Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR) manteve a sentença. Um dos fundamentos foi o de que o pastor ingressou na igreja “movido por fatores que não se coadunam com os econômicos”, uma vez que, em sua ficha pastoral, consta como motivo de sua conversão “desenganado pelos médicos”.

TST


Para o ministro Alexandre Agra Belmonte, relator do recurso do pastor ao TST, o desempenho da função para presidir cultos, com o auxílio de liturgia, por si só, não configura vínculo empregatício, nem o trabalho de distribuir ou recomendar literatura (folhetos, livros e revistas) e atuar na TV e rádio para disseminar a fé da igreja. Da mesma forma, o recebimento de remuneração, quando não objetiva retribuir o trabalho, e sim prover o sustento de quem se vincula a essa atividade movido pela fé, também não configura o vínculo de emprego, nos termos da Lei 9.608/98, que dispõe sobre o trabalho voluntário.

No caso, porém, o ministro assinalou haver fatos e provas fartas de elementos caracterizadores do vínculo, definidos no artigo 3º da CLT. “Diante desse quadro, a ficha pastoral de ingresso na instituição e de conversão à ideologia da igreja torna-se documento absolutamente irrelevante, uma vez que o seu conteúdo foi descaracterizado pelos depoimentos, sendo o contrato de trabalho um contrato realidade, cuja existência decorre do modo de prestação do trabalho e não da mera declaração formal de vontade”, afirmou.
Garoto que foi ao Céu contou a estorinha para obter atenção

E editores ganharem dinheiro!

Eu li o livro editado no Brasil pela CPAD (fui presenteado pela editora) e achei absolutamente fantasioso. Lamentei a escolha da competente casa publicadora, que quase sempre acerta. 

Na minha opinião,  o livro não acrescentava absolutamente nada e, a bem da verdade, apenas contribuía para a infantilização do crente exposto àquele lixo. Contudo, ao comentar isto com outros leitores, fui muito repreendido, acusado de cessacionista e até de ateu!


Acredito em milagres. Creio no Deus vivo que é Senhor da história, mas ao observar este tipo de “mover”, busco logo as marcas de Cristo e, ali, não as vi. Aliais, se Deus quisesse mandar gente ao Céu para depois devolver para contar a “estória”, teria liberado o Apóstolo Paulo a fazê-lo. No entanto, o fez manter segredo sobre o que viu e fez, permitindo que o mesmo revelasse pouquíssimo sobre a sua experiencia. 

Livros como este, constroem fantasias tão patéticas sobre o porvir que contribuem decisivamente para o questionamento da fé de quem não é néscio.

Lamento ainda mais o interesse dos crentes por este tipo de baboseira e o pequeno esforço despendido na direção da teologia reformada. Aos que se interessam sobre as questões relativas ao porvir, indico os livros e palestras acerca da chamada teologia da Glória do Dr. Heber Carlos de Campos.  

 A matéria é o UOL.


O adolescente Alex Malarkey, 10 anos, desmentiu, cinco anos depois, a história contada no livro “O Menino que Voltou do Céu” (Ed. CPAD, 2010), onde relata sua viagem até o paraíso, o encontro com Deus e o retorno à vida. A notícia foi publicada no site do jornal “New York Daily News”.

A suposta viagem ao céu teria ocorrido em 2004, após um gravíssimo acidente de carro quando ele tinha seis anos e que o deixou tetraplégico. Na ocasião, Alex ficou dois meses em coma e segundo seu relato, ele foi encaminhado por anjos até o paraíso.

“Eu não morri. Eu não fui para o paraíso”, escreveu em uma declaração oficial. O impressionante relato de Alex fez o livro entrar na lista dos mais vendidos do jornal “The New York Times” e virou até filme. “Eu disse que fui para o paraíso porque eu acho que estava querendo atenção. Quando eu fiz aquilo, eu nunca tinha lido a Bíblia. As pessoas têm lucrado com mentiras. E continuam lucrando”, completou.

A obra, inclusive, ajudou a inaugurar um novo filão literário, batizado pelo “The New York Times” como “heavenly tourism” (algo como turismo celestial). O filão já conta com best-sellers como “O Céu é de Verdade”, “90 Minutos no Céu”, “Cenas do Além” e “Meu Tempo No Céu”, todos relatando viagens ao paraíso.

“Nada escrito pelo homem pode ser infalível”, escreveu Alex. “Eu quero que todo o mundo saiba que a Bíblia é suficiente. Aqueles que comercializarem esses materiais devem ser chamados a arrepender-se e ter a Bíblia como suficiente”.

A editora americana da obra, Tyndale House, disse ao jornal “Washington Post” que o livro será retirado de todas as livrarias e não será mais vendido. A edição brasileira está esgotada no fornecedor.

A mãe do garoto criticou a comercialização do livro e em uma declaração publicada em seu blog pessoal ela diz “É ao mesmo tempo intrigante e doloroso ver o livro não só continuar a vender mas, em sua maior parte, não ser questionado”
Publicado por: desmascaradospelaverdade | 22 de janeiro de 2015

Feminismo é coisa de mulher trouxa – Olavo de Carvalho

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 19 de janeiro de 2015

O vídeo do Bolsonaro que a imprensa escondeu

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 18 de janeiro de 2015

O falso testemunho do ex-gari, pilantras vivem a enganar trouxas

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 18 de janeiro de 2015

Fiel dá o troco na Universal, destrói a igreja do ladrão edir macedo

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 18 de janeiro de 2015

O FIM da Igreja UNIVERSAL está próximo! – (Reportagem)Jornal da Band,14…

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 18 de janeiro de 2015

Uma Igreja Muito louca, MERCENÁRIOS mentirosos querem bagunçar a verdade de Deus.

VEJA A LOUCURA DESSES DESGRAÇADOS, JÁ IMAGINOU SE A IGREJA SANTA, PURA IMACULADA QUE JESUS FUNDOU FOSSE ESTA IGREJAS DE BANDIDOS MERCENÁRIOS.
   


Esta é a Santa Ceia Forte da Igreja da Plenitude do Reino de Deus.
Como se o Sangue de Jesus não fosse bom o bastante. Precisa das mãos ungidas do casal apostólico Agenor Duque e Ingrid Duque.

Vinhozão de Israel
Se houvesse UM cristão que fosse neste lugar este iria admoestar este casal de hereges, exploradores da fé alheia, cuja folha corrida de desserviços ao Reino é imensa. Basta buscar aqui neste site e na blogoesfera cristã e acharás um verdadeiro TREM FANTASMA. 

E vai a néscia beber desta sopa de pomba-gira com tranca-rua


 Entre outras baixarias, o casal patrocina viagens de Murdock e Benny Himm ao Brasil.




  

você nunca viu nada igual, prepare para entrar num forró e a maior macumbaria gospel.

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 14 de janeiro de 2015

A GLOBO PERMITIU QUE ELE DISSESE ISSO ? ALEXANDRE GARCIA FALANDO A VERDADE

Publicado por: desmascaradospelaverdade | 10 de janeiro de 2015

Pastor mercenário flagrado com R$ 1 milhão torna-se ministro de Dilma

Em 14 de junho de 2005, a Polícia Federal flagrou George Hilton (foto), pastor da Igreja Universal e então deputado estadual do PFL de Minas, com 11 caixas de papelão contendo R$ 600 mil em espécie, no Aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte, em um avião fretado. Com atualização, a quantia corresponde hoje a quase R$ 1 milhão. 

Na terça-feira, a presidente Dilma informou que Hilton, agora no PRB-MG, será o ministro dos Esportes de seu segundo mandato presidencial, em substituição a Aldo Rebelo (PCdoB), que irá para o Ministério de Ciência e Tecnologia.


Quando foi pego em flagrante pela PF, Hilton disse que o dinheiro era da Igreja Universal, do dízimo de fiéis do sul do país, o que, no mínimo, é estranho porque a movimentação de grande quantidade de cédulas é feita por intermédio de contas bancárias, sem a necessidade de gasto com fretamento de um avião.


Na época, o pastor foi liberado e não houve a abertura de nenhum inquérito, e o episódio até hoje permanece obscuro. 


No mesmo ano, em 11 de julho, a Polícia Federal surpreendeu João Batista Ramos Silva, bispo da Universal e deputado federal pelo PFL-SP, com R$ 10 milhões (valor da época), em um avião no hangar da TAM em Brasília. Havia a suspeita de que a Universal ia usar o dinheiro para financiar campanha eleitoral de candidatos de seus esquemas.


Como ministro dos Esportes, o pastor licenciado da Universal será responsável, entre outros eventos, pela Olimpíada do Rio de Janeiro, cuja realização exigirá a movimentação de muito dinheiro.


Um grupo de atletas renomadas afirmou que se sente envergonhado com a designação para o Esporte de alguém que não entende nada fez pelo setor e, como parlamentar, ignorou os esportes.


Em defesa do evangelho puro, repudiamos todo e qualquer lobo vestido de ovelha no seio da igreja.



Ação Civil Pública também pede que seja declarada inconstitucional a Medida Provisória que criou o “critério de excepcionalidade”
O Ministério Público alega, ainda, que foram realizadas promoções “súbitas” aos mais altos postos da corporação, quando a Legislação determina que elas devem ocorrer de forma “seletiva, gradual e sucessiva”, como forma de reconhecer o mérito do policial ao posto ou graduação imediatamente superior. Nesse sentido, o órgão defende que, mesmo tendo sido feitas mediante a prerrogativa da “excepcionalidade”, as promoções não poderiam ser despidas de legalidade e deveriam obedecer aos princípios que regem a administração pública. Da forma que ocorreram, foram violados os princípios constitucionais da legalidade, moralidade, impessoalidade e eficiência;

Ainda de acordo com o texto da Ação Civil Pública, a Medida Provisória que concedeu as promoções “rasgou” a Lei que rege a carreira militar no Estado além de causarem danos ao patrimônio público.

Histórico
No Diário Oficial de 23 de dezembro de 2014, Sandoval Cardoso publicou a Medida Provisória que instituiu o “critério de excepcionalidade” e promoveu centenas de policiais militares. O caso mais questionado o do deputado Sargento Aragão, que ascendeu na mesma publicação seis postos até chegar a tenente-coronel.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso das
atribuições que lhe confere o art. 40, incisos II e XXI, da Constituição do
Estado, e com fulcro na Medida Provisória 48, de 19 de dezembro de
2014, resolve
P R O M O V E R, na Polícia Militar do Estado do Tocantins – PMTO,
pelo critério de excepcionalidade,
g) de Primeiro Sargento à Graduação de Subtenente:
MANOEL ARAGÃO DA SILVA, matrícula 546980/3
O GOVERNADOR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso das
atribuições que lhe confere o art. 40, incisos II e XXI, da Constituição do
Estado, e com fulcro na Medida Provisória 48, de 19 de dezembro de
2014, resolve
P R O M O V E R, na Polícia Militar do Estado do Tocantins – PMTO,
pelo critério de excepcionalidade, o Subtenente MANOEL ARAGÃO DA
SILVA, matrícula 546980-3, ao Posto de Segundo Tenente, no Quadro de
dezembro de 2014.
Palácio Araguaia, em Palmas, aos 23 dias do mês de dezembro de
2014; 193o da Independência, 126o da República e 26o do Estado.
SANDOVAL CARDOSO
Governador do Estado
O GOVERNADOR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso das
atribuições que lhe confere o art. 40, incisos II e XXI, da Constituição do
Estado, e com fulcro na Medida Provisória 48, de 19 de dezembro de
2014, resolve
P R O M O V E R, na Polícia Militar do Estado do Tocantins – PMTO,
pelo critério de excepcionalidade, o Segundo Tenente MANOEL ARAGÃO
DA SILVA, matrícula 546980-3, ao Posto de Primeiro Tenente, no Quadro
dezembro de 2014.
Palácio Araguaia, em Palmas, aos 23 dias do mês de dezembro de
2014; 193o da Independência, 126o da República e 26o do Estado.
SANDOVAL CARDOSO
Governador do Estado
O GOVERNADOR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso das
atribuições que lhe confere o art. 40, incisos II e XXI, da Constituição do
Estado, e com fulcro na Medida Provisória 48, de 19 de dezembro de
2014, resolve
P R O M O V E R, na Polícia Militar do Estado do Tocantins –
PMTO, pelo critério de excepcionalidade, o Capitão MANOEL ARAGÃO
DA SILVA, matrícula 546980-3, ao Posto de Major, no Quadro de Oficiais
da Administração Policiais Militares – QOAPM, a partir de 30 de dezembro
de 2014.
Palácio Araguaia, em Palmas, aos 23 dias do mês de dezembro de
2014; 193o da Independência, 126o da República e 26o do Estado.
SANDOVAL CARDOSO
Governador do Estado
O GOVERNADOR DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso das
atribuições que lhe confere o art. 40, incisos II e XXI, da Constituição do
Estado, e com fulcro na Medida Provisória 48, de 19 de dezembro de
2014, resolve
P R O M O V E R, na Polícia Militar do Estado do Tocantins – PMTO,
pelo critério de excepcionalidade, o Major MANOEL ARAGÃO DA SILVA,
matrícula 546980-3, ao Posto de Tenente Coronel, no Quadro de Oficiais
da Administração Policiais Militares – QOAPM, a partir de 31 de dezembro
de 2014.
Palácio Araguaia, em Palmas, aos 23 dias do mês de dezembro de
2014; 193o da Independência, 126o da República e 26o do Estado.
SANDOVAL CARDOSO
Governador do Estado
Ninguém no mundo conseguiu tanta promoção num único dia, 
nem mesmo os anjos: Serafins, Querubins, e Arcanjos.
Atenção, quem paga esse salário cerca de 23 mil reais mensais,  não é Sandoval, são os Tocantinenses, desde os vendedores de picolé até o mais corrupto político do estado.
Publicado por: desmascaradospelaverdade | 9 de janeiro de 2015

Pastor, mercenário ladrão, flagrado com R$ 1 milhão torna-se ministro de Dilma

Hilton é pastor
da Universal

Em 14 de junho de 2005, a Polícia Federal flagrou George Hilton (foto), pastor da Igreja Universal e então deputado estadual do PFL de Minas, com 11 caixas de papelão contendo R$ 600 mil em espécie, no Aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte, em um avião fretado. Com atualização, a quantia corresponde hoje a quase R$ 1 milhão.

Na terça-feira, a presidente Dilma informou que Hilton, agora no PRB-MG, será o ministro dos Esportes de seu segundo mandato presidencial, em substituição a Aldo Rebelo (PCdoB), que irá para o Ministério de Ciência e Tecnologia.

Quando foi pego em flagrante pela PF, Hilton disse que o dinheiro era da Igreja Universal, do dízimo de fiéis do sul do país, o que, no mínimo, é estranho porque a movimentação de grande quantidade de cédulas é feita por intermédio de contas bancárias, sem a necessidade de gasto com fretamento de um avião.

Na época, o pastor foi liberado e não houve a abertura de nenhum inquérito, e o episódio até hoje permanece obscuro.

No mesmo ano, em 11 de julho, a Polícia Federal surpreendeu João Batista Ramos Silva, bispo da Universal e deputado federal pelo PFL-SP, com R$ 10 milhões (valor da época), em um avião no hangar da TAM em Brasília. Havia a suspeita de que a Universal ia usar o dinheiro para financiar campanha eleitoral de candidatos de seus esquemas.

Como ministro dos Esportes, o pastor licenciado da Universal será responsável, entre outros eventos, pela Olimpíada do Rio de Janeiro, cuja realização exigirá a movimentação de muito dinheiro.

Um grupo de atletas renomadas afirmou que se sente envergonhado com a designação para o Esporte de alguém que não entende nada fez pelo setor e, como parlamentar, ignorou os esportes

Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2014/12/pastor-flagrado-com-um-milhao-de-reais-torna-se-ministro-de-dilma.html#ixzz3NmuUnY6s
Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem.
Publicado por: desmascaradospelaverdade | 9 de janeiro de 2015

Bispo Rodovalho ou (Roba vários) vende restituição divina

 

Rodovalho andava quieto.

Mas as contas devem ter apertado. Sem cadeira no Senado e sem os dízimos daquele seu fiel deputado que gosta de colocar dinheiro público no meia, o o bispo determinou que 2015 é o ano da restituição. 
Pelo menos para ele.
Aos otários interessados, vende sementes acompanhadas de bíblias e livros no estilo Malafaia, mas inova com uma caneta de mil reais que tem poderes mágicos e deve ser usada uma única vez para  assinar o milagroso contrato que irá mudar a vida do incauto, ops, fiel, que a adquirir.

Se este país fosse sério, Rodovalho assinaria com esta seu depoimento no ato da sua prisão.
Publicado por: desmascaradospelaverdade | 9 de janeiro de 2015

Histórias obscuras da seita Testemunhas de Jeová

Rilda Santos

Este é um dos vários documentários que estão disponíveis na internet sobre o que acontece a quem “ousa” deixar a organização religiosa Testemunhas de Jeová. Uma organização que, no início, demonstra o maior amor aos novos adeptos mas que, com o passar do tempo, os oprime a tal ponto, se necessário for, permitir que um ente querido morra em vez de infringir as regras daquilo que eles creem ser o correto. A obediência cega às ordens (ou doutrinas) é superior à capacidade de amar ao próximo como a si mesmo ou até mesmo de raciocinar.

Seita que orienta seus adeptos a ouvirem as críticas e permanecerem caladas, analisando tudo na mente e tendo em vista que o fim se aproxima e que dar ouvidos às críticas pode fazer com que a fé se esfrie e a dúvida ganhe espaço no coração. Afinal, para tal religião, somente os que permanecerem firmes na fé em Jeová e seu corpo governante na Terra (entenda-se a Sociedade Torre de Vigia) alcançarão a salvação no Paraíso que será instalado na Terra.

À parte a cegueira espiritual e grande temor da dissociação do rol de membros, os membros são “orientados” a pregarem suas doutrinas de porta em porta, e se algum membro, ainda que seja familiar, ousar se afastar, a TJ fiel é orientada até mesmo a cortar relações com essa pessoa, no intuito de que ela se “arrependa” de seus maus caminhos e volte para a seita.

Convidamos os amados irmãos, amigos, colaboradores, etc, que assistam com atenção a esse vídeo, analisem as propostas e tirem suas conclusões tendo em mente o seguinte:

1) Deus proíbe que a pessoa desenvolva seu pensamento? Deus dá as resposta somente e apenas pela Bíblia?
2) Deus promove a desunião, ainda que familiar, em nome de alguma religião?
3) É possível que a essência, ou alma de uma pessoa, vá para outra através de algum transplante de órgão ou transfusão sanguínea?
4) Deus tem interesse em fidelidade a uma instituição ou aos princípios de Sua Palavra?
5) É possível alguém perder a salvação uma vez tendo-a alcançado?
6) O nome Jeová pertence apenas a uma religião?

Gostaria de convidá-los a debaterem de forma sadia e aberta neste espaço. Aos comentaristas, expliquem e fundamentem suas respostas.

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: